• Rodrigo Ghiggi

Família deve ser indenizada após morte de paciente que não foi informado sobre os RISCOS DA CIRURGIA

A Terceira Turma do STJ condenou um cirurgião e um anestesista ao pagamento de danos morais à família de paciente que morreu após a aplicação de anestesia na preparação de cirurgia para correção de ronco.


O relator do recurso explicou que a ação não está fundamentada em erro médico, mas na falta de esclarecimento, por parte dos profissionais, sobre os riscos e eventuais dificuldades do procedimento cirúrgico, tendo em vista que o paciente era obeso e tinha outros problemas de saúde.




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo